COMO FAZEMOS?

A  AASTI, tem um Corpo Directivo que define as politicas e estratégias da associação e as decisões são deliberadas por este órgão, que é apoiado por um  Executivo, onde constam os técnicos sociais (alguns são reformados da  ex- Secretaria de Estados dos Assuntos Sociais e depois MINARS) e de pessoal administrativo que implementam as orientações superiores;

Através de um Plano de Acção Anual, que é elaborado com o envolvimento da Direcção e do Executivo e eventualmente convidados, quando necessário, são extraídos os Planos Mensais e Sectoriais/Àreas,  para a sua implementação, em Luanda e Mbanza Kongo na Província do Zaire.   

Os membros do Conselho Directivo fazem igualmente a supervisão e prestam o apoio a todas as àreas, promovendo visitas de acompanhamento, treinamentos, encontros de reflexão, intercâmbios institucionais;

O Centro de Dia Kudissanga Kua Makota, recebe visitas institucionais e singulares, bem como a recepção de estagiários de instituíções académicas interessadas em estudos/pesquisas ou apenas para observatórios e trocas de conhecimentos;

Os técnicos sociais fazem diagnósticos/levantamentos comunitários junto das famílias que vivem com Pessoas Idosas e tem a colaboração de um Conselho Comunitário-CCA integrado por anciãos da própria comunidade (religiosos, vendedores, domésticos, professores…) que localmente identificam problemas, prestam aconselhamentos, mediam conflitos e são guias e meio de ligação com os técnicos sociais da AASTI, auxiliando o funcionamento do Centro. Reúnem periodicamente  nas escolas locais e   Centro de Dia KKM para  a planificação e debates sobre as situações  vivenciadas, onde os idosos interagem, em casos difíceis de resolução a direcção da AASTI intervêm a sua medida;

Os principais eventos como efemérides que marcam o Dia Nacional e Internacional da Pessoa Idosa, Dia da Consciencialização da Violência contra a Pessoa Idosa,  Dia Internacional da Família, Dia do Herói Nacional, Dia da Independência do país… são comemorados com programas participativos com os  idosos do Centro de Dia kudissaanga Kua Makota e do Centro Social em Mbanza kongo e das próprias Comunidades que representam os idosos controlados pelas  Administrações dos  Distritos e Municípios, bem como outros participantes  do Beiral , das Instituiçoes Públicas,Privadas e de outros parceiros sociais.

Os Meios de Comunicação Social (Centro de Imprensa Aníbal de Melo, Rádio Nacional e outras, Jornal de Angola, Angop, Imprensa escrita e Televisão ) ajudam na divulgação das realizações da AASTI,  e da Policia Nacional garante a seggurança nos eventos, incluindo deslocações ;

Os Educadores da AASTI orientam as aulas de alfabetização e educação de adultos aos idosos,  uma técnica  acompanha a produção do artesanato, e parte dos rendimentos das vendas é destinada aos próprios produtores;

A AASTI tem o apoio voluntário de um Assistente Social que periodicamente presta apoio no  reforço da capacidade institucional da associação,em termos de funcionamento estrutural e da potenciação do pessoal, para o Serviço Social com a Pessoa Idosa;

A AASTI tem um Posto de Socorro para os primeiros cuidados , contando com a colaboração de uma médica voluntária e de uma Assistente de Saúde que acompanha regularmente os idosos para o acesso a  assistência médico-medicamentosa nos hospitais (Clinica do Prenda, Centro de Oftalmologia da Cidadela)  , bem como faz visitas hospitalares e domiciliares, incentivando sempre a (com) participação das famílias dos pacientes, sobretudo na aquisição de medicamentos, óculos, análises clinicas, entre outros;